Últimos assuntos
» [1ªAndar] Sala de Tatuagem
Seg 22 Set 2014, 22:33 por Alexis Mikhailov

» Mudança de Nome e de Avatar
Sab 06 Set 2014, 13:49 por Regina Mills

» Casa Encantada
Ter 02 Set 2014, 17:14 por Viktória Mikhailov

» Come To Daddy {Strip Club}
Sex 22 Ago 2014, 17:35 por Ivan Collins

» Viktória Mikhailov
Sex 22 Ago 2014, 14:57 por Viktória Mikhailov

» Viktória Mikhailov
Sex 22 Ago 2014, 14:28 por Viktória Mikhailov

» [FP] Viktória Mikhailov
Sex 22 Ago 2014, 14:18 por Regina Mills

» Peditório
Seg 04 Ago 2014, 00:31 por Evangeline Dubois

» Mudança de Especie
Dom 03 Ago 2014, 23:11 por Regina Mills

Revista KF News
A nossa revista já está pronta! Poderão visitá-la aqui! Esperemos que gostem, e que fiquem a par das novidades que nos chegam às mãos, olhos e ouvidos! ;)

Obrigado.

Parceria
Caso queiras ser nosso parceiro, tudo o que tens de fazer é enviar uma MP à Regina Mills com o pedido para tal, o link e o button do teu fórum. Devem colocar o nosso button de igual modo no vosso fórum, caso contrário, retiraremos os vosso.

Kilburn Falls


Parceiros
.Parceiros.
Fórum grátis button Fórum grátis


FP - Thomas M. Hastings

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FP - Thomas M. Hastings

Mensagem por Thomas M. Hastings em Ter 10 Dez 2013, 18:10

O Jogador:

Nome: Victor
Idade: 15 anos
Nacionalidade: Brasileiro

A Personagem:

Nome: Thomas Meyer Hastings
Idade: 17 anos
Orientação Sexual: Homossexual
Relações Familiares: Amélie M. Drummond(mãe) Dimitri H. Petrov(pai)
História da Personagem: Um dia normal, em uma escola normal em um ano normal. Ou então, quase isso. Assim que o sinal tocou anunciando o fim de mais uma maçante semana de aulas o corredor do colégio se encheu de alunos eufóricos. Thomas passou por todos eles, queria sair logo daquele lugar e ir para a sua casa. Esbarrou em alguns, empurrou outros, tudo que ele queria era ver o tão amado namorado. Ele teve sorte, um incêndio fez com que os policias abrissem um atalho e usassem as ruas vizinhas como suporte para o trânsito engarrafado. Com isso o garoto conseguiu chegar quase uma hora mais cedo da escola. Ele subiu as escadas correndo, e parou na porta para tomar um pouco de fôlego. Se recuperou e abriu a porta, que para sua surpresa estava aberta. Ele conseguia ouvir a voz do namorado, bem fraquinha, o garoto estava com os fones de ouvido bem altos e neles tocavam a sua música favorita. Olhou sorridente para a sala. Existia pendurada uma faixa, escrita: Feliz aniversário de namoro! Nas paredes fotos dos dois juntos: A primeira festa dos dois, o passeio deles no zoológico da cidade, a visita a casa dos pais dele na Itália. Eram muitas lembranças. Ele olhou para a mesa e sorriu mais ainda. O namorado tinha feito um bolo, mas Thomas sabia que cozinhar não era o forte do companheiro. O bolo estava amassado, como se estivessem sentado nele. A mesa estava suja com o glacê. O apartamento não era grande, tinha uma sala pequena que ficava junto com a cozinha, um corredor pequeno ligava a sala para o quarto e banheiro. Quando chegou na porta do quarto o seu coração gelou. A música parou de tocar, e naquele momento só existiam duas pessoas no mundo, ou melhor, três. Ícaro estava deitado na cama, e sobre ele estava a simpática e bem apessoada vizinha. As roupas estavam caídas ao lado da cama e eles se atracavam como se estivessem lutando. Ela gemia de prazer e levantava a cabeça, enquanto o outro mexia os quadris e fechava os olhos. O garoto continuou parado, olhando aquela cena, sem saber o que fazer. Segundos atrás ele estava animado por comemorar o aniversário de namoro ao lado do cara que ele mais amava na face da Terra, e naquele momento tudo tinha ido pelos ares. Ícaro abriu os olhos, com uma sensação estranha, ele olhou para porta e viu o namorado em estado de choque, ele não perdeu tempo e empurrou a mulher da cama. – Não, não amor. Eu posso explicar, juro que posso – Falou o rapaz se levantando e cobrindo a ereção com um lençol. A mulher rapidamente se colocou de pé, atrás dele, o segurando pelos ombros. – Shhh, deixe ele, vamos terminar o que começamos. Ele a tirou de perto mais uma vez, e caminhou na direção do namorado, este por sua vez deu um passo para trás, ainda de olhos arregalados e com lágrimas começando a brotar, o menino tremia e estava ficando pálido. – E-e-eu não acredito que você fez isso – Gaguejou o menino. Mas a garota não iria se contentar só com destruir o casal da casa ao lado, ela queria mais, mostrar o quanto ela poderia ser melhor, e o quanto ela poderia satisfazer mais o namorado do outro. Assim que Thomas saiu da porta do quarto e caminhou trêmulo até a sala, e a menina o seguiu enquanto Ícaro se sentava na cama e segurava forte a cabeça, perguntando o que tinha feito. – Você realmente achou que poderia segurar esse homem por muito tempo? – Ela falou apertando o menino pelo braço – Seu homem não ia aguentar muito tempo sem mim, eu só te fiz um favor. Ele me contou que vocês queriam se casar, imagine só, você chegar em casa e dar de cara com ele comendo a empregada. – Ela falava com um sorriso sarcástico no rosto. Mais uma vez o menino não tinha resposta. De repente tudo não fazia mais sentido. A sua vida, os seus planos, tudo tinha sumido em poucos minutos. O menino ficava de cabeça baixa enquanto a mulher fazia uma pose vitoriosa. Naquele momento ela estava quase que satisfeita por completo, só faltava um último detalhe. – Caso não saiba, seu namorado faz um ótimo oral – Ela falou começando a sair do apartamento – Transar sobre o bolo de aniversário de vocês foi maravilhoso, eu conseguia sentir o gosto de glacê nos nossos beijos. – Ela falou por fim na porta, saindo em direção ao corredor comum do prédio. Foram poucos segundos, assim que a mulher sumiu Thomas foi tomado por uma fúria imensa. A tristeza foi substituída pela raiva, ele cerrou os punhos e se recompôs. Sentiu algo fluindo em seu corpo, algo novo, melhor do que qualquer transa que ele teve, melhor do que qualquer coisa que ele fez na vida. O menino se sentia diferente, não se sentia mais triste, tinha sede de algo novo. De vingança. Ele tentou alcançar a mulher seminua no corredor, mas ela fora mais rápida e entrou no elevador do prédio. Por poucos segundos o menino conseguiu ver, ela mandando um beijo de forma debochada enquanto as portas se fechavam, assim que terminou a sua performace ela pode ver o ódio no rosto do garoto enquanto a única fresta entre os dois sumia. O garoto olhou para o painel digital do elevador, sentindo todo o ódio de ser traído, ser trocado por uma pessoa tão baixa. O painel piscou em resposta as emoções do garoto, ele cerrava as mãos e focava mais a raiva na mulher, daria tudo para que ela sentisse uma dor pior do que a dele. Novamente o painel piscou, e dessa vez as luzes do corredor fizeram o mesmo. A sede de vingança do menino só aumentava, e conforme isso acontecia as luzes piscavam mais. E de repente o prédio tremeu, e um som alto fez todos os moradores abrirem as suas portas para verem o que tinha acontecido. O menino apertava o botão que chamava o elevador com os olhos arregalados, o que ele tinha feito, afinal? Os vizinhos viam o espanto estampado na cara do menino, assim como lágrimas que brotavam sem parar, eles formavam um círculo em volta do garoto que estava pálido, ainda pressionando o botão que chamava o elevador, mas o elevador não veio, porque tinha caído, destruindo a entrada do prédio quase que por completo, e dentro da caixa de metal o corpo de uma mulher, completamente destroçado pela queda.
Descrição Física:Aqueles mesmos olhos azuis que mais parecem reluzir, transbordando sutilmente a malevolência que reside no garoto. Os cabelos negros e encaracolados que, quando descabelados, caem à margem de suas pálpebras. A pele pálida e cheirosa, macia. O corpo invejável, como qualquer outro homem deveria ser. Thomas é a própria imagem de um verdadeiro sedutor, por assim dizer. Somada à sua lábia afiada, poucas são as pessoas que não caem nas impetuosas garras deste demônio. Mantém uma postura firme e imponente, como se nada o pudesse o abalar. Como se buscasse a cada segundo, diferentes maneiras de te derrubar. Como um digno predador. Mas os ternos de grife que escondem suas cicatrizes não conseguem sequer apagá-las. São marcas profundas, que significam algo além da compreensão de qualquer outro. Pedacinhos de ninguém, duma época que não merece recordações. Tratam de assombrá-lo, lembrando do quanto teve de sacrificar para chegar onde chegou.
E no que se transformou.
Descrição Psicológica:Thomas é cheia de segredos e mistérios, nunca se sabe o que se passa na cabeça do garoto. Na frente de quem interessa o moreno é uma pessoa, quase como um impostor, e quando não está sendo vigiado, ele tenta ser alguém condizente com seus pensamentos internos. O garoto não é muito comunicativa, o máximo que se consegue de reação dele era por meio de olhares, penetrantes. Parece que se você deixa de usar um sentido acaba por aprimorar outro. A língua sumiu, mas os olhos viraram de águia: ele está presente, apenas observando, tomando notas mentais de tudo e todos. E embora ele não seja capaz (e não queira) de se expressar, ele tenta ajudar as pessoas, consertando seus problemas. Ele ama. Questiona para que serve o amor. Ele não pode ter nada de bom, uma vez que ela não consegue captar os sentimentos que ele causa. Ao mesmo tempo em que se dá o trabalho de se importar com as algumas pessoas, ele passa a brincar com outras. Parece que não quer relacionamentos, passando até a relutar a ter amigos.
Observações: Nenhuma relevante
Poder: Domínio sobre os elementos, criar ilusões, absorção de poderes.
Espécie:
 Vampiro []
 Demónio []
 Mestiço []
 Dampiro []
 Anjo []
 Humano []
 Lobisomem []
 Bruxo [x]

Gostos & Ódios: Odeia o calor, sol, insetos. Gosta de coisas frias, úmidas.
Passatempos: Pesquisar histórias antigas.

Thomas M. Hastings
Bruxos
Bruxos

Mensagens : 1
Data de inscrição : 10/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FP - Thomas M. Hastings

Mensagem por Regina Mills em Ter 10 Dez 2013, 19:08

Aprovada.

--------------------------- // ---------------------------





Roupa:
RUN:
avatar
Regina Mills
Bruxos - Rainha
Bruxos - Rainha

Mensagens : 989
Data de inscrição : 12/11/2012
Idade : 35
Localização : Kilburn Falls.

Ficha do personagem
Poderes: Mestre de boas e más magias, o que lhe deu todos os poderes que possam imaginar, desde poderes relacionados com a mente, quatro elementos, danos físicos a si mesma ou a outros, invisibilidade, teletransporte e até mesmo alteração do clima o clima.
Estado Civil: Namorando (a)
Comprometido/a com: Jensen Ackles ♥

Ver perfil do usuário http://kilburnfalls.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum